IBC fecha parceria para capacitar professores do noroeste fluminense na área da deficiência visual

Por ASCOM / Em 08/04/2019

           


A reunião que selou o compromisso do IBC de contribuir para a inclusão dos estudantes cegos e com baixa visão, foi realizada nesta quarta-feira (3), em Itaocara. O prefeito do município, Manoel Faria (foto ao lado), recebeu o diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo, ao lado dos prefeitos de Cambuci, Agnaldo Vieira Melo (Agnaldinho), e de Santo Antônio de Pádua, Josias Quintal.  'Esta é a primeira vez que nos sentamos, aqui na prefeitura, com uma autoridade federal na área da educação e sobretudo da educação de pessoas com deficiência e isso nos deixa muito honrados e felizes ', saudou o prefeito de Itaocara, anfitrião do encontro.

Os prefeitos vieram acompanhados das secretárias de educação dos respectivos municípios.  A titular da pasta no município mineiro de Pirapetinga, que fica na divisa dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais, Sandra Pereira, também participou da reunião, que contou ainda com os vereadores Jaderson Aleixo, de Itaocara, Robson de Oliveira Mattos (Robinho Águia Negra), de Santo Antônio de Pádua e o Diretor do Departamento de Comunicação Social de Santo Antônio de Pádua, Mauro Teixeira.

Tanto os prefeitos quanto as secretárias de educação falaram sobre a estrutura que contam para promover a inclusão de alunos com necessidades especiais e sobre as dificuldades que enfrentam para ensinar àqueles que são cegos ou enxergam muito pouco, como o desconhecimento, por parte dos professores, do Sistema Braille e a falta de material didático especializado e de profissional habilitado a utilizá-lo nas salas de recursos.

Os prefeitos quiseram saber do diretor-geral do IBC o que o Instituto teria a oferecer em termos de capacitação e de suporte técnico aos municípios da região.  'Temos um passivo imenso a resgatar com esta parcela da população que não consegue ser incluída como deveria na sociedade', disse o prefeito de Santo Antônio de Pádua.  João Ricardo fez então um breve relato sobre a história e a missão do Instituto e enumerou as atividades desenvolvidas nas áreas do ensino, pesquisa e extensão.  

Em seguida, ele falou sobre o Programa Capacita Brasil, já levado a outros estados do País, como o Maranhão, Rio Grande do Norte, além do Distrito Federal.  'Trata-se de uma capacitação inicial, cujo objetivo é sensibilizar os profissionais da educação para a causa e também para que eles tenham a dimensão dos conhecimentos que eles precisarão aprofundar para serem aptos a atender corretamente os estudantes cegos e com baixa visão que se matricularem em suas escolas', explicou.

O diretor-geral do IBC também explicou que o Capacita Brasil tem a função de subsidiar a equipe técnica do IBC para as ações subsequentes ao programa.  'Somente depois desse contato inicial é que podemos formatar projetos de formação continuada adequados à realidade de cada município ou da região', completou.

A secretária de Educação e primeira-dama de Itaocara, Fábia Campany, chamou a atenção para a necessidade de incluir os familiares dos estudantes com deficiência visual, especialmente dos cegos, no programa de capacitação, reivindicação também feita pelas secretárias de Santo Antônio de Pádua e Pirapetinga — Andrea de Oliveira e Sandra Pereira.  O diretor-geral do IBC concordou com a importância de capacitar as famílias a lidar melhor com a deficiência visual dos filhos.  'O papel da escola especializada é importante para o desenvolvimento desses alunos; mas o da família é fundamental.  De modo que vou levar esta sugestão aos profissionais responsáveis pela organização do Capacita Brasil', prometeu.

O vereador Jaderson Aleixo, propositor da formação de um consórcio entre prefeituras para dar mais efetividade à política de inclusão de pessoas com deficiência na rede escolar, disse estar otimista com a adesão de todos os 13 municípios no noroeste do estado e até mesmo de municípios mineiros vizinhos, como é o caso de Pirapetinga. ” Os prefeitos de Miracema, Aperibé e São José de Ubá, já se mostraram bastante interessados na capacitação.  A partir dessa reunião, a gente vai conversar e se articular com todos os outros prefeitos e secretários para que esse trabalho tenha o maior alcance possível.