Abertura da I Semana Municipal de Educação 2013 - Educação Indutora da Liberdade

Por ASCOM / Em 06/02/2013

           


   

 

   No ultimo dia 04 de Fevereiro, às 8:00h, aconteceu a abertura oficial da I Semana Municipal de Educação 2013 na E. M. Dep. Armindo Marcílio Doutel de Andrade - CIEP 266.

    Foram convocados todos os Gestores e Professores, o encontro teve como objetivo o início do ano letivo.

    A expectativa por parte de todos era grande, não só por ser mais um começo de ano letivo, mas também o começo de uma Nova Gestão Municipal.

    Um novo Prefeito, um novo Secretário de Educação, enfim "Tudo Novo de Novo".   

    O evento começou com uma brilhante atuação do ator Kaká Muniz, que se permitiu representar um monólogo em que vivenciou a Professora Cláudia Valeska.

    O monólogo teve como intuito elevar a autoestima dos profissionais. Não deixou de apontar as dificuldades, mas, ao mesmo tempo, mostrou as soluções para os problemas recorrentes do dia-a-dia de um Gestor ou Professor.

    O mesmo soube transmitir muito bem o que é união, carinho, solidariedade, diálogo. Disse que tudo na vida muda e que é preciso estar aberto a toda e qualquer mudança. Enfim, tudo o que é necessário para começar não só um ano letivo, mas uma nova etapa na vida de cada ser humano que o ouvia.

    Em seguida, deu-se prosseguimento ao início da solenidade, ficando a cargo do locutor Carlos Alberto a responsabilidade de fazer as honras da casa apresentando o cerimonial.

    A mesa principal foi composta pelo Exmo. Senhor Prefeito Josias Quintal de Oliveira, o Secretário Municipal de Educação e Cultura Prof. José Cláudio Cordeiro de Oliveira, o Reitor do Instituto Federal de Educação do Estado do Rio de Janeiro (IFE - Fluminense), Senhor Luiz Augusto Caldas, a Presidente da APLAC, Professora Maria Thereza Caldas Velasco, a Prof.ª. Maria Cristina Souza Machado, Diretora da Fundação de Apoio a Escola Técnica (FAETEC), que foi representada pela Prof.ª Wânia Cristina, Adolfo Egídio Reis, Diretor da (FASAP), representado pela Prof.ª Patrícia Viana e os vereadores, Marcelo Larjan e Vanderleia. 

   Logo após o Hino Nacional e o Hino a Pádua, o Prefeito Josias Quintal fez o uso da palavra cumprimentando os Gestores e Professores que ali se encontravam, fez referências à bela manhã e disse estar muito feliz em poder, pela primeira vez, conversar diretamente com aqueles que o ouviam. Segundo o Prefeito, "A Educação é um dos elementos mais importantes na construção não só de um tempo, mas também de um mundo melhor em qualquer sociedade".

    Ainda em seu discurso, citou nomes que ficaram marcados na história da educação como: o Patrono da Educação Brasileira, Paulo Freire; Jean Piaget, o homem que revolucionou o jeito de ver a educação das crianças ao revelar que elas não pensavam como os adultos e o Antropólogo Darcy Ribeiro, de quem falou com muito carinho, pois teve o privilégio de conhecê-lo pessoalmente; mencionou, inclusive, a importância que Darcy Ribeiro dava não só aos oprimidos e necessitados, mas, também à liberdade.

    Liberdade essa ansiada e conquistada pelo povo durante a longa jornada que teve de percorrer alcançando, assim, a Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua. Ciente de sua responsabilidade à frente do Executivo Paduano, disse se preocupar muito com a atual situação do corpo docente municipal. O mesmo ainda salientou que entende a necessidade do professor em ganhar muito mais e que deve haver um esforço muito grande, não só por parte do Prefeito, mas também por parte de toda a administração, no sentido de melhorar a atual situação dos professores, embora o mesmo tenha a consciência de estar assumindo uma Prefeitura completamente falida, buscando coletar dados que não foram disponibilizados pela antiga gestão, pois não existiu o processo de transição de governo; disse ter a preocupação, mas que ainda não sabe como começar, pois é necessário, antes de tudo, vencer mais um desafio.


    O Prefeito tem como desafios honrar os compromissos da Prefeitura, manter em dia os pagamentos dos salários dos servidores, pois não foram honrados os pagamentos do mês de dezembro ficando uma dívida herdada da antiga gestão. Disse já sofrer com o desgaste que o cargo proporciona, pois não se consegue fazer um governo transparente sem se fechar alguns ralos porque, como um gestor consciente, tende, às vezes, a dizer "não" para determinadas situações.

    Citou, por exemplo, o corte do subsídio das passagens de ônibus, que desagradou às pessoas menos favorecidas, explicou de forma clara e concisa o porquê, do corte. Segundo o Prefeito Josias Quintal de Oliveira, como manter tal subsídio se só no mês de dezembro a Prefeitura teve que desembolsar a quantia de R$ 50.000,00, única e exclusivamente para pagar a empresa subsidiária num momento delicadíssimo para a Prefeitura, pois a mesma tinha uma única ambulância rodando e uma quantia como essa daria para comprar dez ambulâncias novas para a saúde de nosso município. Ou seja, não teria cabimento manter um subsídio tão alto mediante a atual situação.

     Afirmou que pretende voltar com tal subsídio de forma diferente, claro, visando uma melhor fiscalização e regulamentação da empresa prestadora, sem pagar valores astronômicos e incompatíveis com a realidade de nosso município.

    Como mensagem final, disse contar com a ajuda dos Professores e Gestores no intuito de melhor compreender e, ao mesmo tempo, explicar àqueles que o cercam o que de fato está acontecendo em nossa realidade. Incentivou os mesmos a visitarem o site da Prefeitura Municipal de Santo Antônio de Pádua, como também o Portal da Transparência, com o objetivo de não só acompanharem as medidas que  pretende tomar, mas também fiscalizar as ações do executivo paduano promovendo a Transparência.


    Salientou que enquanto oposição conseguiu fazer apenas um vereador, mas que a Câmara Municipal de Santo Antônio de Pádua vem atuando de forma harmônica colaborando para o bom andamento das matérias apresentadas à votação e que tem a absoluta certeza de que até o final de seu mandato terá a relação mais responsável possível para com a casa e vice - versa.

    Agradeceu a presença de todos e desejou um ano letivo de muita paz, alegria e que, ao final deste, todos tenham a sensação de dever cumprido.

    O Secretário de Educação José Cláudio Cordeiro fez uma breve apresentação contando um pouco de sua biografia, dizendo que sua família é originária de Santo Antônio de Pádua, mas que já trabalhou e residiu em Campos dos Goytacazes, Macaé e São João da Barra por cerca de 10 anos, aproximadamente. Disse ainda ter referências no município, pois foi o fundador do SEPE - Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação de Santo Antônio de Pádua e ter feito parte quando jovem da (UBES), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas e também da (UNE), União Nacional dos Estudantes, ou seja, o mesmo tem uma vivência no ramo educacional, tanto como aluno quanto como profissional da área.        

    Em seguida, o Prof. José Cláudio Cordeiro de Oliveira levou o seu discurso em torno do tema do evento "Liberdade", dizendo que liberdade é a marca da nova gestão e que logo veio em mente a associação do início de mais um ano letivo que anuncia uma administração libertadora por parte do novo Prefeito e do novo Secretário Municipal de Educação e Cultura.


    Disse estar aberto a conversar com todo e qualquer servidor da área educacional, mas que respeita as hierarquias e pediu para que todo problema tente ser resolvido com os chefes diretos, pois os mesmos tem toda a liberdade para atuarem em prol do desenvolvimento, tanto dos alunos quanto da escola.

    Subsequentemente, ouve a apresentação da Banda Sinfônica Municipal conduzida pelo Maestro Carlos Alberto Jobim (Beto Jobim) e no intervalo foi servido um delicioso Coffee Break.

    Ao se recomporem em seus lugares, os professores assistiram a um breve discurso do Professor Fernando Perlingeiro Lavaquial, que prestou uma singela homenagem ao Prefeito Josias Quintal de Oliveira, que fora aluno de seu educandário.

    Para finalizar, o Reitor do Instituto Federal de Educação do Estado do Rio de Janeiro (IFE - Fluminense), Senhor Luiz Augusto Caldas realizou uma palestra explicativa sobre o instituto que representa, mostrando as principais vantagens que o instituto trará não só para nosso município como também para nossa região.

    O encontro terminou ao som da Banda Sinfônica Municipal e, assim, deu-se por encerrado o evento.


Por: Sandra S. Carvalho - Jornalista MTE Rg. 003551 - RJ